quinta-feira

Eu...


Eu faço o que quero com as tuas palavras proferidas.
Mas é no meu silêncio que te desarmo.

Os dias passam.
Existe tanta coisa que te queria dizer.
Estás dentro da minha pele
Consigo ver-te de olhos fechados.
Quase que te sinto.

quarta-feira

segunda-feira

Cada manhã

Cada manhã e a cada despertar, há uma neblina que me desnuda e uma claridade que me ilumina.
Sou feliz!

sexta-feira

Mudar de vida



Apetece-me mudar a minha vida toda.
Uma espécie de ruído, uma coisa que me dá aqui para os lados da dorsal e me faz pousar os pés no chão.
E enquanto lavo a cara, olho para o espelho, penso naquilo que irei deixar para trás.
É como lidar com um incêndio, tenho de decidir o que levar comigo.
A grande dúvida... perceber por onde começar.
Devo eu mudar tudo à minha volta na esperança que eu me mude também?
Ou devo eu mudar para que tudo mude à minha volta?
Parecem iguais, não é? Mas não são. São diferentes.
É mais fácil mudarmos tudo à nossa volta. Porque é muito difícil mudarmo-nos.
Só se for de país, de casa, de roupa.
Porque mudarmo-nos a nós, ao nosso eu com o qual sempre vivemos, que conhecemos tão bem, que pensamos em função de, que damos comidinha à boca há tanto como se fosse um filho, isso não é nada fácil.
Hoje apeteceu-me mudar a minha vida toda, mas o mais que fiz foi apenas escrever sobre isso ...



domingo

Prefiro não falar

Acredito que o beijo, enquanto linguagem universal, contém todas as palavras que precisam ser ditas

terça-feira

Pára!

"Enquanto gritas à tua mulher, há um homem desejando sussurrar-lhe ao ouvido.
Enquanto humilhas, ofendes, insultas a tua mulher, há um homem cortejando-a e recordando-lhe o quão boa mulher ela é.
Enquanto bates à tua mulher, há um homem desejando dar-lhe amor.
Enquanto fazes chorar a tua mulher, há um homem que lhe rouba sorrisos."



domingo

Nenhuma razão de ser.

“Para tudo existe uma razão de ser”
“Nada se faz ou surge por acaso”


Dizem-nos os seres mais racionais. Mas porquê que perdermos tempo à procura de um motivo ou uma razão para tudo o que fazemos ou dizemos?
Será que devemos a alguém essa explicação?
Não teremos nós o direito de ser apenas como somos… valer o que valemos?
E até fazer o que queremos. Sem termos que nos justificar perante toda a gente?
Quem nos garante que seremos mais felizes, se não quebrarmos as regras?
Nem Deus nos garante!
Porque não é ele sequer que nos impõe regras.
Então porque não vivemos o dia-a-dia como ele se nos apresenta.
E resolveremos cada problema com a solução que encontrarmos sem termos que pensar primeiro em como e quando o podemos fazer.
Cada Ser é único e incomparável, tem o seu próprio tempo de ação a sua própria forma de estar a sua própria vivência.
Não deveríamos permitir a tendência que tanta gente tem de catalogar a humanidade segundo as regras que creem, mas agora pergunto eu quem lhes ensinou ou definiu o que é estar mal ou bem?
Se é ou não permitido estar, Aqui… ali… ou além?
Que se danem os que me julgam! Que criticam o meu modo de estar… de agir e pensar!
Quem são eles afinal?  Detentores da razão total? Olhem à volta e pensem com que moral criticam, julgam e condenam, por infringir as leis do comportamento a que chamam de normal…
Se cada um antes de falar conseguir parar… um segundo apenas que seja para olhar lá bem dentro de si certamente que não conseguirá encontrar nenhuma razão de ser…


sexta-feira

Fazer amor...


Para fazer amor é preciso mais, muito mais, do que despir o corpo. É preciso despir o ser até à inocência. E entregarmo-nos nus, despidos do mundo e sem medo de perder a alma.

sábado

Um presente...


Envolves-me com fitas, como se fosse o teu "presente" preferido para futuro.
As fitas entrelaçam-me intensamente... 
E eu embrulho cada momento assim!

sexta-feira

Não



Não há sensação mais catastrófica e simultaneamente libertadora do que acabar tudo para começar de novo!

sábado

Não podem...

É um erro (absurdo. By Ulisses :D) obrigar as pessoas de quem gostamos, a gostarem de nós.
O melhor mesmo, é guardarmos o sentimento e arquivá-lo à pessoa.

sexta-feira

Ainda bem que assim é...

É fantástica a capacidade de nos reinventarmos. De sermos felizes sem mais nem menos, só porque sim.
De percebermos que tudo o que nos cai do céu irá parar ao chão se não estivermos atentos.
De aprendermos que há coisas gratuitas que nos saem caras e outras que não têm preço.
E depois, depois de tudo isso, às vezes só depois de muitas marés cheias, chega a altura em que fazemos as contas à vida e chegamos à conclusão que já foram saldadas.
Com sorrisos, afagos e palavras que não deram à costa.
Que ficaram e que nos tatuaram as memórias num mergulho de esplendor...

quarta-feira

Levas-me?!

Faz-me um favor. Anda buscar-me!
Leva-me, contigo...
E olha, pode ser para um sitio qualquer.
Prometes-me?!

domingo

Amosemtraçote


Detesto arrepender-me  do que deixo escapar.
E tu deste-me a certeza desta verdade!
amosemtraçote

quinta-feira

Desafio proposto por: My soul and you

7 x 7

Desafio proposto por:  My soul and you :)



7 Coisas a fazer antes de morrer:
- Dizer a todas as pessoas que amo, o quanto as amo.
- Ouvir a minha mãe.
- Agradecer com um abraço apertado, àqueles que estiveram sempre ali/aqui/acolá..., que estão cá dentro.
- Ver a minha filha formada no curso escolhido.
- Encontrar-te e perder-me.
- Visitar a Jamaica.
- Fazer voluntariado num IPO

7 Coisas que mais digo:

- Bom dia!
- Tudo bem?!
- Oh..tá beeem
- Obrigada!
- Fuoodaaa-se :/
- Não é nada disso, pah!
- Sim, "é na boa" :)

7 Coisas que faço bem:
- Ser Mãe
- Lidar com pessoas
- Aconselhar
- Namorar
- Compras
- Ver sempre o lado positivo de qualquer situação (não é plágio querida, é coincidência: p )
- Apreciar pequenos pormenores

7 Qualidades: 
- Amiga
- Simpática
- Serena
- Pessoa madura e do sexo feminino (adoro)
- Boa ouvinte
- Resistente
- Corajosa

7 Defeitos:
- Muito orgulhosa
- Preguiçosa
- Usar várias vezes o escudo de proteção
- Não saber lidar com a indiferença
- Nunca entregar-me totalmente
- Não esconder o meu estado de espírito, ou estou bem ou não estou ponto
- Sentir com muita intensidade as saudades 

  7 Amores incondicionais: 
- Pela minha filha
- Por mim  
- Pela minha mãe
- Pelas minhas irmãs e sobrinhos
- Pela minha dignidade 
- Pela vida 
- Pelo amor

7 "coisas" preferidas:
- Eu
- Tu
- Sofá
- Rir
- Refletir
- Abraçar
- Estar/Ser feliz

Os 7 desafiados são:
- Princesa Ventania
- Ritinha (Maçaroca)
- Rute Rita
- Marta
- Ulisses
- Tu...sim tu ( anonimo)
- A todos que acharem por bem :)

terça-feira

"MIA"...

Tenho uma sensação de vazio que me consome, como se os limites da vida deixassem de existir e eu tenha que caminhar não sei bem para onde, sem referência de espécie alguma, porque a que tinha, TU, já não  tenho mais.

I miss you... MIA

segunda-feira

sábado

E porque...

Tenho que valorizar mais pessoas que me tratam bem e que gostam bastante de mim.
Esquecer aquelas que "nem por isso".
A vida ocupar-se-á de pôr cada uma delas no seu devido lugar.
Tudo vai e vem por uma razão.
Se tens uma segunda oportunidade, agarra-a. ( Sim, tu! )

Nunca ninguém me disse que a vida seria fácil.
Só me prometeram que valeria a pena.


E não é que tinham toda a razão :)

sexta-feira

Abraço em X ...

Tenho saudades de ti, assim que sais da "minha beira".
Emocionas-me com aquele abraço em X, onde o teu corpo quase se funde no meu.
Ficamos ali, aquele instante é um abraço infinito, aquele abraço é só nosso.                   

quarta-feira

Ah e tal...




"As coisas não deviam ser feitas só porque tem que ser. 
" Ah e tal... pois, tem de ser."
É pena que trabalhar seja uma coisa que tem de ser.
E se é certo que ajuda fazer aquilo que gostamos, fazer aquilo que não gostamos não tem que ser obrigatoriamente porque tem que ser.
Podemos ser os melhores a fazer aquilo que gostamos, mas mais admirável do que isso, é sermos os melhores a fazer aquilo que não gostamos.

segunda-feira

"Bora" brindar ...

Um brinde aos ambiciosos que me quiseram, aos sortudos que me tiveram e principalmente aos estúpidos que me perderam :D

sexta-feira

Se...

Se eu soubesse que a minha vida acabava amanhã, hoje nas horas que me restassem faria aquilo que penso ser uma loucura arriscar.
A perspectiva da morte faz-me premir o gatilho da coragem.
 Na hora do adeus, procuro o mais importante, sem medo de ouvir um não, porque quero levar um sonho no colo, ao invés de partir de braços cruzados.

segunda-feira

Rumo...


Eu jamais chegaria aonde cheguei se só andasse em linha recta.
Tive que andar em círculos, descer e subir..., perder-me para me encontrar depois.
Cheguei a perder a paciência com tentativas inúteis para encontrar um quase endereço.
Mas acabei por encontrar as entradas e saídas, o meu rumo.
E se tudo isto aconteceu, não foi por ter seguido as setas com rigor, mas porque desrespeitei todas as placas de sentido obrigatório.



domingo

Vou ali

Se Jimi Hendrix podia ir beijar o céu..., eu também vou lá!

E assim irei dar-te um beijo do tamanho do mundo, um abraço tão apertado como se tivéssemos fios de cola a unir-nos
 e dizer-te ao ouvido;
Parabéns MÃE, continuo a AMAR-TE!
15-11-2010

terça-feira

Não gosto;

Não gosto de me enervar 
Não gosto de esperar
Não gosto de falar sem estar a ser ouvida
Não gosto do talvez
Não gosto de me arrepender pelo que não fiz


Gosto;

Gosto de dizer o que sinto, sem ter que limar arestas
Gosto do meu muito nome, tem um pedaço de MAR
Gosto de sorRIR
Gosto de corrigir o que faço mal
Gosto de mudanças e de transformá-las

segunda-feira

Não te aproximes se não queres ficar junto!

Porquê que às vezes é tão difícil ter consciência, de que pequenos gestos ou simples palavras podem ser autenticas armas não-letais?!
A intenção é magoar?! - Então tenho novidades para ti;
A partir de agora ando munida com uma granada de gás lacrimogêneo!

PS: Não te aproximes porque eu não vou hesitar em lança-la. 

domingo

O amor


Convence-te que o amor vive sem nós. 
Nós é que vivemos no amor durante um tempo. 
O amor, não tem maneira de acabar,
enquanto nós, é uma questão de tempo.

sexta-feira

Desafio 10


Desafio;
10 Coisas que gostaria de dizer a 10 pessoas diferentes



1. Raquel, quero ver-te uma grande Mulher.
2. Lena e Rosário, acreditem que temos um anjo da guarda nas nossas vidas.
3. Mikinhas, obrigada por tudo.
4. Zé Luís, procura a tua felicidade, e acredita em ti e no teu potencial.
5. Cidália, arranja coragem e deixa-o, tu mereces melhor.
6. Inês e Tete, obrigada pelas horas de apoio e diversão.
7. H.C, tatuaste-me.
8. Paulo, desculpa... obrigada... e vai ser feliz.
9. Sérgio, és amor
10. Mãe, sinto-te tanto


Lanço este desafio a quem o quiser apanhar:)
Sim, sim a ti também!






sexta-feira

Eu já…





Eu já;


fui mãe
fiquei fascinada por um sorriso
comi o que me dá vómitos
fui esposa
vi morrer alguém
tomei banho num rio enquanto chovia  
ganhei uma bicicleta num concurso
fui infeliz
cantei em bares de karaoke
fui a única mulher como " voz de comando "
perdi alguém que amo muito 
fui injusta
senti insensibilidade
saí à rua em pijama
adormeci vestida
fui a melhor "coisa" na vida de alguém
ri sem conseguir parar
pedi desculpa enquanto chorava
manifestei os meus direitos em público
senti saudades e por isso fui
soube andar de bicicleta
fiz amigos em situações complicadas
tive muito medo
quis trabalhar num hospital
fiz asneiras
deixei-me ir sem pensar em nada
fumei muito
prestei os primeiros socorros a alguém
quis ser filha de pais ricos
me apaixonei pelas palavras de um desconhecido
sonhei ser médica
trabalhei em várias áreas
tive momentos que sempre sonhei
fiz uma promessa por medo de perder um familiar
amei
fui indelicada depois de ser mal interpretada
senti rancor
fui Maria-rapaz
tentei deixar o orgulho de lado
olhei e não vi
fui apelidada de "vulcão"
fui muito má
larguei tudo para começar do zero
descobri que o tempo que tenho não chega para fazer tudo o que quero
chorei de saudades
saltei de para-quedas
acreditei que era possível mudar muita coisa
entrei num sitio estranho, e senti que aquele espaço sempre foi meu
senti que há uma força superior a mim
fiquei sem palavras depois de ouvir
agi e reagi erradamente
entrei em pânico
senti sensações inexplicáveis  
 
continua, um dia destes  







quinta-feira

Eu ainda quero...


Eu ainda quero...
 
agradecer (novamente) a todos aqueles que já fizeram algo por mim
voltar a saltar de para-quedas
não passar um dia sem te ver
dizer amo-te e senti-lo até nos ossos
dar continuidade ao curso de língua gestual
perder-me e encontra-me várias vezes
comer "farinha de pau" com aquele sabor
ir ao Brasil, Itália, Angola e Jamaica
ser entrevistada por uma boa razão
assistir a concertos ao vivo
abraços fortes em forma X
fazer mergulho
ter um Audi
apanhar uma valente bebedeira
ter um animal de estimação
fazer a terceira tattoo
voltar ao Orly
acordar na praia e sorrir para quem está ao meu lado
fazer um passeio com a família toda
ter bons resultados nos exames médicos
ser levada pela mão
pertencer a um movimento rastafári
duvidar dos meus limites
continuar a ouvir que sou a melhor Mãe do mundo
encontrar uma pedrinha especial, numa praia do Porto
soltar um grito no miradouro do S. Bento
ser confundida como irmã da minha filha
aprender muito e bem
acordar num hotel 6*
fazer uma dedicatória muito especial para ti
aprender a maquilhar-me
comprar uma casa
contar histórias aos meus netos
voltar a deixar de fumar
ter dinheiro para o essencial
adormecer a olhar para céu estrelado
entregar-me e refugiar-me
ver a minha filha finalista do curso que sempre desejou
admirar o voo de uma borboleta e o rastejar de uma minhoca
continuar ser feliz

continua, um dia destes ....  



Marta :) Não desistas de Mim!

Liberdade

Deixo as folhas de Outono caírem, as gotas da chuva do Inverno congelarem, deixo as cores da Primavera colorirem tudo, o sol do Verão aquecer o mundo.
Mas...  que nada nem ninguém me impeça de ser livre. 
Não quero regras.
Não me apetece respeitar as estações do ano.
Quero cair, molhar-me, ganhar cor e aquecer-me,
sempre que a razão fôr;
Única e simplesmente ... Porque me apetece!!!

quarta-feira

Eu

Estou triste mas feliz.
Sou pobre mas gentil.
Sou baixinha mas saudável.
Sinto-me bêbada mas estou sóbria.
Estou cansada mas trabalho.
Estou quieta mas inquieta.
Estou aqui mas na verdade não estou.
Estou certa que estou muitas vezes errada.
Sou livre, mas estou presa.
Sou tola, mas sou esperta.
Sou arrogante, mas sou amigável.
Sou maluca, mas sou bonita.

Já alguém tinha decifrado tudo isto?!

terça-feira

Fazes-me bem

E eu tao cheia de vontade de ti...    
Apetece-me beijar-te devagarinho, abraçar-te com força, e pedir-te o sempre! Faz-me bem ter-te.

quinta-feira

Odeio-te!



Vou culpar-te sempre, a ti e às tuas amiguinhas, a que chamas de metástases.  
Porquê que vieste? Podes explicar-me? Não, pois não? 
És um palerma que julgas puder brincar com vidas humanas.
Tens noção que me roubaste a pessoa que mais amava neste mundo?
Fazes ideia do tudo que me privaste? De certeza que não!
És um imbecil, ridículo, estupido! 
E como se tudo isso não bastasse, ainda presenteias com uma dor atroz.
Instalas-te sorrateiramnte, acomodas-te, como se duma sala-de-estar se tratasse. 
A partir daí das azo às tuas amiguinhas para percorrerem todas as outras assoalhadas.
Como deves imaginar meu caro, tu és " persona no grata", logo a prioridade é expulsar-te!
Mas mesmo sendo bombardeado de veneno, continuas lá...
E se te apetecer, (sim, porque tu é que mandas) deixas as tuas vítimas pensarem e até acreditarem que vão vencer a guerra que estão a ter contigo, e aí voltam a sorrir.
Mas não, elas apenas vão vencendo algumas batalhas.
Porque tu armas-te em herói e és tu que vences sempre essa guerra.
Nunca te vou perdoar!
És tão parvo pah!!!

ODEIO-TE

terça-feira

Por ti...

Precisas de te libertar desse passado tóxico!
--------------------------------------------
--------------------------------------
------------------------------
------------------------
-------------------
---------------
-----------
-------
----
--
PS: Urgente

quinta-feira

I miss you ... MIA


09/01/2010 -- 13:40 Horas
"Lamento... mas... acabou de acontecer..."

No mesmo segundo a dor tomou conta de mim, prendeu-me como se fosse o meu oxigénio.
Sufocou-me. Contudo era a única coisa que tinha naquele momento, ... uma terrível dor.
Afastei a enfermeira da porta, para puder abri-la e correr para a enfermaria, mas... gentilmente forçou-me a recuar, pedindo-me calma.
Mas eu tinha que sair daquela sala!
Eu precisava vê-la, senti-la, abraça-la, falar-lhe.
...
Entrei ofegante..., ao fundo havia um biombo branco, aproximei-me e vi-a..., estava com um aspecto "lindo e tranquilo".
Debrucei-me sobre ela, beijei-a sem pressa, abracei-a com força, pedi-lhe para olhar para mim e que ficasse comigo para sempre... Isto enquanto as minhas lágrimas lhe lavavam a cara. 
E por saber que era a última vez que a sentia aquela temperatura, não queria sair dali.
Mas... pediram-me para sair pois tinham que respeitar uma série de orgânicas. 
Saí, mas saí de "rastos".
Comigo trouxe um saco com os seus pertences. Encostei-o a meu peito como se duma almofada se tratasse, daquelas almofadas que dormimos desde pequenos e que não queremos separar-nos nunca. 

"MIA" EU NUNCA VOU SEPAR-ME DE TI! ÉS PARTE DE MIM!
Vais estar sempre comigo, o resto da minha vida.



PS: A vida é um espaço vazio... tem instantes dementes! 

quarta-feira

Fragmentos

Na multidão estou só...
Por saber que te perdi...
Estou aqui
Posso criar uma ilusão...
Um vazio no ar...
Algo que seja só meu.
E tu, onde estás? Já estou farta de procurar...
Não ver ninguém quando olho para trás... Onde estás? onde estás?
A bala perdida...Feriu o teu olhar...Por uma guerra, por uma batalha...
Estou tão só. Já não te tenho a ti pra me segurares a mão. Não te tenho aqui...
Olá solidão
Já não te tenho a ti pra me segurares a mão. Não te tenho aqui.

sábado

Sei que


Sei que te resumes a um vazio perigoso! Mas sinceramente não me apetece desviar.
Verdade também que estou sem respostas, mas tenho 100 perguntas! Mas alguém disse e bem; " Amar é dar o poder a alguém de nos magoar"
Afinal tudo não passa de sentimentos sentidos sem consentimento. Sei que te resumes a um vazio perigoso!
Mas sinceramente não me apetece desviar.
Verdade também que estou sem respostas, mas tenho 100 perguntas!
Mas alguém disse e bem; " Amar é dar o poder a alguém de nos magoar"
Afinal tudo não passa de sentimentos sentidos sem/com consentimento.